Uma utopia de 140 anos

“A obra dos Cooperadores se estenderá a todos os países, se espalhará por toda a cristandade. A mão de Deus a sustenta! Os Cooperadores é que haverão de promover o espírito católico. Uma utopia de minha mente, talvez. Mas eu a mantenho!’”

Com essas palavras, há exatos 140 anos atrás, em 09 de maio de 1876, Dom Bosco apresentava ao Papa Pio XI sua ideia de uma associação que pertencesse de fato e de direito à Família Salesiana, alcançando, junto com os Salesianos de Dom Bosco e as Filhas de Maria Auxiliadora, os leigos vocacionados no trabalho apostólico junto à infância e juventude carente.

Simpático à ideia, o Papa Pio IX então, assina o breve “Cum Sicuti”, um decreto papal que reconhece na Santa Sé, a Associação dos Salesianos Cooperadores como uma Associação Pública de Fiéis, e imediatamente após a assinatura do decreto declara a Dom Bosco querer ser o primeiro Salesiano Cooperador inscrito na Associação.

Desde então a Associação cresce sob o manto de Maria Auxiliadora e o risonho olhar de Dom Bosco, alcançando hoje mais de 130 países, tornando realidade a utopia do santo fundador, de um vasto movimento de pessoas para salvação da juventude.

Uma data tão importante não poderia passar em branco e então, o Centro Local Santa Teresinha, existente já há 16 anos desses 140, celebrou com alegria na missa das 19h30 numa grande Ação de Graças, tendo sido apresentados à comunidade pelo pároco Pe. Camilo P. da Silva, os novos aspirantes que se preparam para viver também essa utopia de Dom Bosco que a cada dia que passa se torna uma grande realidade na Igreja.

Fonte: PASCOM Santa Teresinha
(com fotos do SSCCom)

Deixe seu comentário

Este espaço destina-se a comentários sobre o texto acima.

Para obtenção de informações, clique aqui




*

(*)campos obrigatórios.