Uma festa extraordinária para uma santa nada extraordinária

No dia primeiro de outubro de 2019, a Paróquia Santa Teresinha celebrou o dia de sua padroeira com uma festa extraordinária.

A presença dos fiéis devotos de Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face foi extraordinária, lotando a igreja matriz da paróquia para a celebração que se iniciou após uma também extraordinária adesão à procissão ao redor da praça da igreja.

Todos os sacerdotes salesianos em condição de saúde, da comunidade religiosa de Santa Teresinha concelebraram a Sagrada Eucaristia, presidida pelo diretor geral dessa comunidade, Pe. Douglas Verdi, o que também conferiu, de certo modo, uma ocasião extraordinária.

Estiveram concelebrando o pároco, Pe. Sílvio César da Silva, Pe. Ronaldo Pereira, Pe. André Simões e Pe. Antenor Velho, auxiliados no serviço do altar pelo Dc. José Lopes Lima Jr.

Na homilia, Pe. Douglas lembrou então que a padroeira, doutora da Igreja, tinha como característica principal, uma simplicidade extraordinária, buscando sempre o anonimato, ou como ela mesma recomendava, sempre o último lugar.

Sua vida, que nada teve de feitos e ou milagres extraordinários, quase que uma vida que poderíamos chamar de comum, tornou-se extraordinária pela curta passagem na terra, pois faleceu com 24 anos, mas como também era seu desejo, alcançou a santidade por inteiro, não pela metade.

Agora, relembre cada dia da novena em homenagem à nossa padroeira:

Primeiro dia

Segundo dia

Terceiro dia

Quarto dia

Quinto dia

Sexto dia

Sétimo dia

Oitavo dia

Nono dia

Fonte: SC Carlos R. Minozzi
para a PASCOM Santa Teresinha

Comentários fechado.