Paróquia celebra Festa de Dom Bosco

O final do mês de janeiro é sempre um período mais ou menos de igrejas vazias em São Paulo, dado que é final de período de férias e ninguém quer deixar de viajar um pouquinho. Mesmo assim, os últimos quatro dias de janeiro de 2016 tiveram um afluxo de fiéis razoável para a paróquia Santa Teresinha, onde se celebrou o dia 31 de janeiro, quando a Igreja comemora Dom Bosco, Pai e Mestre da Juventude e co-padroeiro da igreja de Santa Teresinha, entregue pela diocese aos cuidados dos Salesianos de Dom Bosco.

A celebração completa iniciou-se no dia 27 de janeiro com um tríduo preparatório, nas missas das 19h30 que alcançou da quarta até a sexta-feira dia 29.

Nesse primeiro dia do Tríduo, Pe. Camilo deu uma verdadeira aula sobre a vida de Dom Bosco, provocando o interesse de todos quanto ao que viria depois.

Veio então a quinta-feira, dia 28, com uma oportunidade incrível, a de que todos que participaram da missa do Tríduo, pudessem, logo após a mesma, participar de uma Hora Santa de Adoração ao Santíssimo, relembrando o ensinamento de Dom Bosco, que dizia “se queres ter poucas graças, visite pouco o Santíssimo, mas se queres ter muitas graças, visite frequentemente o Santíssimo”.

E nesse segundo dia, Pe. Camilo relembrou a obra salesiana iniciada por Dom Bosco e a graça que Deus lhe concedeu de perpetuar essa obra pelo bem de toda a juventude.

Chega então o terceiro dia do Tríduo, com a comunidade paroquial já ansiosa por conhecer e aprender mais da vida do querido santo fundador da Família Salesiana, para melhor participar e celebrar sua festa durante o final de semana.

Encerrando o Tríduo, Pe. Camilo então, mostrou aos fiéis que a vida dos santos serve de exemplo para nós, posto que os mesmos não nasceram prontos, também tiveram de caminhar rumo à santidade sem nenhuma certeza de que a alcançariam, mas mesmo assim perseveraram na fé e na confiança da misericórdia do Senhor.

Eis então que chega o domingo 31 com a festa ao padroeira, não sem antes, na véspera, a comunidade poder completar o conhecimento  do santo assistindo um filme sobre a vida do mesmo.

E finalmente no domingo, a procissão percorre a praça da paróquia, com o andor com as imagens do santo e de sua fervorosa devoção, Nossa Senhora Auxiliadora, a quem ele atribuiu todos os feitos de sua vida, dizendo “não fui quem fez, foi Ela quem tudo fez” e logo em seguida adentra a igreja para a missa solene e festiva em honra ao santo, missa essa que foi encerrada com a bênção com a relíquia de Dom Bosco.

 Em sua homilia final desse tempo de celebração, Pe. Camilo então lembrou que Dom Bosco é para nós exemplo de uma caridade operativa em todos os sentidos e em todos os momentos da vida.

Tendo participado e usufruído da oportunidade de conhecer melhor o Pai e Mestra da Juventude Dom Bosco, a comunidade então pôde retornar satisfeita às suas casas, não sem antes celebrar festivamente com um saboroso bolo e refrigerantes, a rica herança deixada pelo padroeiro paroquial.

Fonte: PASCOM Santa Teresinha

Deixe seu comentário

Este espaço destina-se a comentários sobre o texto acima.

Para obtenção de informações, clique aqui




*

(*)campos obrigatórios.