Esta coluna é intitulada “Espiritualidade”, mas qual o significado de Espiritualidade? Há verdadeiros tratados sobre isso, mas que se pode resumir em poucas palavras, talvez mais acessíveis a nós, povo simples de Deus: Espiritualidade é a coincidência do espírito humano com o Espírito Santo, Espírito de Deus. Isto é, um espírito humano que se deixa mover totalmente pelo Espírito de Deus, com plena liberdade e obediência.

Talvez a muitos isso pode parecer um paradoxo pois liberdade e obediência são vistas como atitudes antagônicas. No entanto, em seu “Tratado do amor de Deus” (1616), São Francisco de Sales nos mostra que no coração humano há uma “natural inclinação” (cf. livro I, cap. XVI) enquanto ser pecador, a amar a Deus sobre todas as coisas. É o florescer dessa inclinação, que nos faz reconhecer o grande amor desse Deus que se relaciona conosco sempre estabelecendo vínculos amorosos de paternidade, amizade, fidelidade, compaixão maternal, zelo, etc. É esse vínculo de amor que nos atrai a Ele na plena liberdade, a mesma liberdade que nos leva à obediência. Deus nos atrai a Ele com amor, e por amor nos tornamos obedientes. A liberdade que vem de Deus exclui toda forma de violência, de inquietação, Ele nada nos impõem, o que nos faz obedientes é a amável força do seu amor.

Portanto, espiritualidade é esse abandonar-se do espírito humano nos braços amorosos do Espírito de Deus, deixando-se mover por Ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *