As dores de Nossa Senhora

São sete as dores de Nossa Senhora que provocam uma profunda reflexão acerca da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo e a lembrança de todas elas fazem parte de uma das mais significativas celebrações da Semana Santa, celebração essa que foi realizada em nossa paróquia na terça-feira santa, após a missa das 19h30.

Presidida pelo pároco Pe. Sílvio César da Silva, SDB, acompanhado pelo Dc. José Júnior, SDB, iniciou-se com a imagem do crucificado no presbitério e a imagem de Nossa Senhora das Dores trazida por paroquianas desde o fundo da igreja.

Após a colocação da imagem da mãe junto a seu filho na cruz, iniciou-se a reflexão a respeito de cada uma das sete dores de Nossa Senhora, sempre com um pequeno canto, a leitura de um trecho do Evangelho, um pequeno texto refletindo sobre essa dor e a reza de sete Ave-Marias.

Foram as seguintes dores de Nossa Senhora refletidas nessa celebração, com o respectivo embasamento bíblico:

  1. A apresentação de Jesus no templo e a profecia de Simeão (Lc 2, 34-35)
  2. A fuga para o Egito (Mt 2, 13-14)
  3. A perda do menino Jesus em Jerusalém (Lc 2, 43-50)
  4. O encontro com Jesus no caminho do Calvário (Lc 2, 34-35)
  5. Maria aos pés da cruz de Jesus (Jo 19, 25-30)
  6. Maria acolhe em seus braços, o corpo de Jesus descido da cruz (Mt 27, 57-61)
  7. Maria deposita Jesus no sepulcro (Jo 19, 38-42)

Entre cada uma das reflexões, uma paroquiana trazia desde o fundo da igreja, uma pequena vela, depositada aos pés das imagens da Mãe e de seu Jesus Cristo na cruz.

Após essas reflexões, com a bênção dada pelo pároco, a comunidade encerra mais uma noite de preparação para a Páscoa do Senhor, levando consigo a dor da Mãe que tudo suporta por crer de forma inabalável no plano de Deus para salvação da humanidade.

Fonte: PASCOM Santa Teresinha

Deixe seu comentário

Este espaço destina-se a comentários sobre o texto acima.

Para obtenção de informações, clique aqui




*

(*)campos obrigatórios.